sexta-feira, 30 de maio de 2014

Educar os filhos dos outros é fácil

Pediatras que dizem que os "castigos" não funcionam com as crianças é porque não têm filhos como os meus: provocadores, teimosos. Ou como também se costuma dizer, que têm uma personalidade muito forte, vincada. Eu se escrevesse um livro também mandava uma data de postas de pescada, é fácil, os outros pais ficam a achar que fazem tudo mal, ficam com mais uns kilos de culpa em cima, e gastam mais uns euros...
Gostava mesmo de ter visto o querido do pediatra Carlos na infância dos filhos. Balelas!

Exemplos da personalidade "forte" do meu mais velho:

Exemplo 1:

Uma tarde inteira a mandar o Francisco arrumar o quarto. Às tantas, numa das vezes em que passo pelo quarto do meu filho, está ele deitado no chão, no meio do caos, e pergunta-me: "Mãe, achas que o meu quarto está arrumado? E sorri.

Exemplo 2:

O Francisco gosta de levar carrinhos para o colégio, metade deles ficam "pelo caminho" que é o mesmo que dizer que algum miúdo anda a fazer uma colecção de Hot Wheels às minhas custas.
Proibido de levar carrinhos, revisto-lhe a mochila, à sua frente.
Esta manhã, em mais uma "operação de buscas", o Francisco diz-me num tom condescendente: "Estamos a perder tempo".

Really? Só faltou acrescentar "mas a mãe é que sabe"...

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Os dias normais fazem-me confusão...

Eu sou aquela pessoa que está no parque infantil com os filhos, e quando estamos lá em cima, a pensar em descer o escorrega, o sistema de rega começa a funcionar só do lado em que nós estamos.

Eu sou aquela pessoa que está no meio de nenhures, num dia de semana, em horário laboral a chegar ao multibanco, e meio segundo antes, aparece um bando de turistas franceses (tipo 10 pessoas) todos para levantar dinheiro, e nenhum a perceber como é que a maquineta funciona.

Fui buscar ao baú o meu francês, e andei a levantar centenas de euros para os franceses...
O Francisco só perguntava o que é que eu estava para ali a falar.



sexta-feira, 23 de maio de 2014

Ó na testa

Eu e o F. já vendemos e compramos coisas no OLX, Custo Justo e sites que tais. No início dei a cara e o nome, mas depois o F. achou melhor mudar para um e-mail fictício, eu quando me encontro com os compradores apresento-me com outro nome.

Já vendi um esterilizador, já vendi uma cadeira de bebé, já vendemos livros. Tudo impecável, tudo novo ou quase novo. Já compramos uma mesa do ikea quase nova para a casa de Tróia, postais antigos etc...

Neste momento tenho um capacete novo (nunca usado) à venda nestes sites e não está a correr tão bem como esperado.

Apanhei um comprador do Porto que estava muito interessado, que queria muito o capacete, até cedi, e baixei um pouco o preço. Depois de vários emails e negociações, pediu-me para lhe enviar o capacete por correio.

A sério? O dito rapaz devia achar que eu tinha um ó na testa. Respondi-lhe que só fazia vendas "cara a cara". Explicou que era do Porto e que raramente vinha a Lisboa. Disse-lhe para não se preocupar, porque calhava bem, ia passar férias a Viana do Castelo, e assim podíamos encontrar por lá.

Carreguei com o capacete até ao Norte... e o tal rapaz nunca mais respondeu aos meus emails.

Já fui contactada por vários interessados, mas todos querem que venda um capacete que vale mais de 700€ a preço de bica...

Conselhos para quem se vai aventurar nestes sites pela primeira vez:


  • Escolham um local público para fazer a transacção, que tenha muitas pessoas, de preferência um centro comercial.
  • Não deem muitos dados pessoais, nunca se sabe o maluco que está do outro lado.
  • Só aceitem dinheiro vivo, as transferências podem ser uma treta ou até canceladas.
Boas vendas!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Apanhados Hardcore

Os apanhados básicos à la portuguesa, a roçar o pimba e a falta de graça total... parecem coisas de criança comparados com os apanhados italianos.

Para quem gosta de palhaços e de andar à noite por essas ruas... aconselho vivamente.




quarta-feira, 21 de maio de 2014

Casais Reais

Cenas que não acontecem nos filmes de amor:

Eu e o F. cruzamo-nos no corredor lá de casa, e damos um abraço um ao outro. "Esmigalho-o", e depois, já de partida digo: "Vou lá baixo levar o lixo, que não está a cheirar muito bem".

E é isto.


terça-feira, 20 de maio de 2014

15 anos

Faz hoje 15 anos que comecei a namorar com o F.
Confirma-se que continuo a gostar MESMO muito dele e que não imagino a minha vida com outra pessoa.

Somos duas pessoas extremamente diferentes em quase tudo (um dia farei um post com 50 mil caracteres só a relatar as nossas diferenças) mas... funciona.

Parabéns a nós!


segunda-feira, 19 de maio de 2014

Explicar a Conchita a uma criança de 4 anos

O meu filho por acaso viu a Conchita na televisão.
Reacção imediata: "Mãe, o que é aquela mulher?"
Meio segundo depois perguntou... "Mãe, quem é aquele homem?"

O Francisco estava mesmo todo baralhado.

Expliquei-lhe que alguns homens gostam de vestir roupa de mulher.
Francisco: "Porquê?", replicou.
Eu: "São gostos. Como alguns meninos gostam de morangos e outros não".

Silêncio do outro lado.

Nota: Se às vezes já é complicado explicar o mundo às crianças... com Conchitas e coisas que tais, a coisa complica-se. Vou tentar que respeite todas as espécies (gargalhada aqui deste lado).


domingo, 18 de maio de 2014

Sobre o dia da mãe (com algum delay)

O meu filho fez um desenho de nós os dois.

Eu vestida de cor de rosa choque da ponta dos pés até ao pescoço + o Francisco.

"Escreveu" as várias coisas que fazemos juntos, e rematou a conversa com um "gosto da mãe até às estrelas".

O que é de deixar qualquer mãe babada, é certo, mas vindo do meu filho, que não é aquela criança pegajosa... é simplesmente espetacular!

Nota: Aqui,que ele não me ouve, até perguntei à professora dele, se tinha mesmo sido o meu filho a dizer aquilo... e confirma-se.

sábado, 17 de maio de 2014

Conversa entre grandes amigas (a falar dos cabelos das filhas)*

A amiga: "A tua filha está com um look à Paulo Futre"

Eu: "E a tua o ano passado parecia que tinha uma mise"

Gargalhada geral.

*Obviamente que a conversa foi mais extensa, mas este foi sem dúvida o remate final.

Lá por casa, eu e o F. só cortamos o cabelo aos nossos filhos quando já não vêem o caminho. Literalmente.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

O paraíso é...

... os meus dois filhos (um com 4 anos, outro com 2) por livre e espontânea vontade, vão para o quarto, sentam-se no chão, e cada um fica a ver um livro.


Nem tiro fotografia, para não destabilizar.







terça-feira, 6 de maio de 2014

Primeiro dia de praia

Foi no Sábado, no Guincho. Um dia brutal.
Ficámos na praia com a criançada a tarde inteira, e batemos recordes de permanência, passava das 19h00 quando decidimos sair...


O primeiro mergulho foi ontem. Numa segunda-feira "odiosa" de trabalho, saímos mais cedo, e fomos só ali a Tróia. Um tempo espetacular, a praia vazia. E os nossos filhos em casa com os avós.
Perfeito. O regresso a casa, no ferry, foi à filme.
Muito bom.
Venham mais segundas-feiras destas!

Tudo pelo afilhado

O afilhado do F., o mais velho, aquele que tem uma banda, pediu que fizéssemos de figurantes no seu primeiro videoclip. E confesso que não me estava nada a apetecer perder um sábado inteiro em filmagens.


Mas também não sou capaz de lhe dizer que não...


E assim foi, eu fiz de recepcionista, e o F. fez de trabalhador do dito escritório.
A história do videoclip passa-se num escritório, o chefe é insuportável, persegue os empregados, faz-lhes a vida negra, e um belo dia, um dos empregados passa-se da cabeça, e leva uma arma para o escritório.


Eu, que estou sempre a fervilhar de ideias, ajudei nos "textos" do chefe-maligno, sugeri a reacção da recepcionista quando vê um encapuçado a entrar no escritório... e o F. também deu umas ideias giras.
Dois actores em potência para os Morangos com Açúcar, a perderem-se em escritórios, incógnitos.


segunda-feira, 5 de maio de 2014

Já nasceu a minha sobrinha

Gira que se farta. Muito parecida com a Benedita (faz-me cá uma confusão), e super calma.
Estou uma tia super babada. E a Beni já tem uma prima para brincar às Barbies!


Só me apetece estar com a Isabelinha (a nova estrela da companhia) ao colo.