domingo, 28 de março de 2010

Time out

A autora deste blog foi com os seus dois F's passar uma semana a Moledo, pelo que escusam de passar por cá pelo menos até ao próximo Domingo, porque não vai haver nada para ler.
Ela deixou-me as chaves de casa para eu vos poder avisar, e pelo caminho regar as plantas , dar de comer ao peixe, e acertar ali o relógio do lado para a hora de Verão, mas isso já não sei como se faz (se calhar até é automático).
E não, não vou dar nenhuma festa durante a sua ausência, escusam de insistir que eu tenho mais que fazer e sou uma pessoa séria e de confiança.

Beijinhos e abraços,
Mary
Quase Adultos, um blog tão bom como este, às vezes até melhor (ih ih ih) e que esta semana vai ter imensos posts novos e super interessantes!

segunda-feira, 22 de março de 2010

Bolas!

Por vezes é preciso tê-los no sítio para mudar. A rotina é muito bonitinha, muito confortável mas chega uma altura em que temos que decidir: ficamos onde estamos ou atiramo-nos de cabeça. Pode ser que dê certo… pode ser que não. E será que vamos ter jeito? Será que descobrimos um dom que tínhamos escondido? Não sabemos. A não ser que experimentemos. Arriscar ou não arriscar… eis a questão. Nos últimos dias tenho pensado muito no que hei-de fazer à minha vida profissional mas fumo branco nem vê-lo. Estou em stand by, que é a mesma coisa que dizer que ando a gastar energia para nada!

sexta-feira, 19 de março de 2010

Se estiverem a comer não leiam este post

Esta semana dei de caras no meio da rua com uma antiga colega de escola que não via há anos. Soube por outra colega que tinha estado grávida, e que o filho dela iria nascer também em Outubro.

Ela: Olá Raquel, há quanto tempo…
Eu: É verdade (blá, blá, blá) então como é que correu o parto?
Ela: Mais ou menos. E o teu?
Eu (que tinha acabado de pôr o pé na argola e agora não sabia como sair da conversa…): Ah! O meu correu bem, cinco minutos, por mim daqui a dois anos tenho outro.
Ela (enquanto mostrava a foto do filho) contou que o parto correu tão mal que os dois iam morrendo, ficou com visão dupla, hematomas na barriga, estava em fisioterapia há seis meses porque os órgãos tinham ficado fora do sítio… e já estava a contar a parte em que a bexiga ia saindo… E eu a pensar que já tinha perdido o apetite para a semana toda e só queria fugir dali.
Enfim, foi uma conversa muito agradável.

Nota mental: Nunca mais perguntar como correu o parto.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Coisas que nos esquecemos no meio dos livros

Segundo o Jornal i está a decorrer uma exposição sob o tema “Coisas que aparecem no meio dos livros”. E há de tudo: correspondência, cábulas, pratas de chocolate, cartões de visita, facturas, listas de compras, postais ilustrados, boletins de lotaria.

Eu sempre tive o hábito de pôr fotografias. Nem sei muito bem como é que isto começou… provavelmente com uma foto amarrotada que estava a precisar de levar com o peso de um Ulisses ou de uns Maias… Ás vezes os livros lá de casa fazem também de gaveta, uma foto que não tem poiso certo, vai certamente ter a companhia de um romance histórico ou policial…
Certo é que quando mexo num livro que estava adormecido na estante, tenho a agradável surpresa de rever uma foto que já nem me lembrava que existia. É mais ou menos como uma caixinha de surpresas.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Humor negro

Uma tia do Porto está para vir a Lisboa conhecer o Francisco há séculos… e acontece sempre um imprevisto. Ou está a trabalhar ao fim-de-semana, ou tem de ficar com as netas e, da última vez, vinha a Lisboa a um funeral mas acabou por não vir porque a amiga que lhe ia dar boleia ficou doente. E estava o meu sogro a contar-me estas partidas da vida… ao que eu respondo “pode ser que morra mais alguém entretanto…”.
Silêncio do outro lado.

Acaba amanhã


Até dia 16 de Março a marca Benetton está a recrutar ilustres desconhecidos, mais precisamente 20, para a sua próxima campanha Outono/Inverno 2010.

E o que é que é preciso? É só ir aqui http://casting.benetton.com/?gclid=CKSlxabcuqACFSpd4wodTA_1-g
mandar umas fotos. E depois se forem escolhidos viajam até NY à borla e ainda são pagos pelo vosso trabalho de modelo.

A marca procura pessoas “que não sejam só bonitas, mas pessoas que tenham algo a dizer, que tenham um estilo único, criativas, que se saibam expressar de forma dinâmica, fresca e original”.

Sai um borboto para a mesa do canto

Calças que já estão rotas na loja, t-shirts a fingir que estão sujas mas afinal não e lixívia para todos os gostos nas mais variadas peças de vestuário são exemplos muito gastos. Agora o que está a dar é comprar uns Converse assimétricos e com borboto incluído. Às vezes nem sei porque é que compro coisas “novas”…



sexta-feira, 12 de março de 2010

Óscares

Eu sei que este post vem um bocadinho atrasado mas era só para dizer que se a Sandra Bullock ganha um Óscar… então há uma lista de actores com o mesmo “grau de qualidade” que também mereciam. Por exemplo o Adam Sandler, o Ben Affleck, o Jean-Claude Van Damme, o Chuck Norris, o Jackie Chan, o Vin Diesel. E só para chatear só me consigo lembrar de homens mas fica a ideia.

Meteorologia

Nova definição do estado do tempo, segundo o F.: “Sol e passarinhos”.
Meus amigos parece que este novo tipo de meteorologia veio para ficar…

Vicentinho

Ontem foi dia de conhecer o sobrinho-lindo mais recente, o Vicentinho! Lá fui eu pela segunda vez na vida à CUF das Descobertas artilhada com a minha máquina fotográfica. Claro!
A criançola não é parecida com ninguém… mas acho que isto já começa a ser um clássico! Minto: tem o bronze do pai.
No quarto estavam os pais babados, os tios babados e a avó babada e todos tiveram direito a umas flashadas. Soube muito bem ver que a mãe estava óptima (pronta para outra) e pegar ao colo o Vicentinho foi uma sensação muito boa… difícil de descrever…

Lançamento de livro

Ora ou hei-de estar semanas a fio em casa a praguejar com o tempo, ou então não... Na quarta-feira foi dia de ir ao Chiado assistir ao pai fazer uma apresentação de um livro. O Francisco portou-se lindamente mas para o fim já estava a ficar cansado das mesmas vistas e começou a “falar mais alto”, de tal forma, e apesar de casa cheia, que o próprio do autor que estava a fazer a sua apresentação no momento… ouviu. E com grande timming no seu discurso acabou por fazer uma referência ao Francisco. Foi qualquer coisa do género: “e temos também aqui um bebé na sua primeira experiência cultural”. Ficou tudo a olhar e a rir… e eu a querer um buraco para me enfiar!

quarta-feira, 10 de março de 2010

A pergunta do momento

Já é a terceira vez que me perguntam se o meu filho é menino ou menina.
Estou a ver que tenho que pôr um bigode postiço ao Francisco…

Imaginação ao rubro

Ontem foi dia de aproveitar o bom tempo e passear em Belém, e para terminar a tarde em beleza ir finalmente à exposição no CCB da Joana Vasconcelos. Sim, o meu filho é muito culto! A peça favorita dele foi “Contaminação”, uma lagarta gigante feita de 1000 tecidos coloridos que cobria o chão e as paredes. Adorei a exposição, e vou lá voltar com o F. porque a grande maioria das peças expostas são óptimas para fazer boas fotografias.
É obrigatório uma visita.


Sessão fotográfica

Segunda-feira foi dia do Francisco ter a sua primeira sessão fotográfica à séria. A pedido de uma amiga “emprestei” o Francisco para ilustrar uma reportagem de massagens para bebés. O irónico é que é coisa que ele não tem tido.
Em nu integral, em cima de uma mesa, portou-se lindamente com uma estranha a fazer-lhe massagens. Isto dito assim fica quase um post com direito a bolinha no canto superior direito…

domingo, 7 de março de 2010

Eu não aprendo

Fui cortar o cabelo ao mesmo cabeleireiro de sempre, dei as directivas de sempre (não quero o pescoço à mostra e quero um corte escadeado) e mais uma vez saí do cabeleireiro deprimida. A minha mensagem não passou para o outro lado: o meu cabelo está à tigela e o meu pescoço vê-se a milhas. Porra! Não aprendo. Não é possível. Mas porque é que eu ainda lá volto? Estão preparados para a explicação? Porque é de confiança e porque tenho medo que corra mal num cabeleireiro que eu não conheço… O que é muito estúpido, já que 90% das vezes que vou ao “cabeleireiro de confiança” corre mal! A sério… que desespero.
Moral da história: lá vou eu andar de lenços e cachecóis com 40º graus à sombra, usar blusões com gola levantada e ganchos para disfarçar as duas rampas de lançamento plantadas na minha cabeça.
Da próxima vez que eu disser que vou cortar o cabelo, por favor alguém me dê uma pancada seca na nuca. Obrigada.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Sugestão de asneirada para o fim-de-semana

O muffin de chocolate da Starbucks é de comer e chorar por mais. Para além de ter um tamanho XL as pepitas de chocolate acompanham estas medidas extremas… huuummm…
Para a minha leitora que não gosta de chocolate, informo que existem outros sabores mas não reparei quais.

Nota: o chinesinho está a segurar um exemplar da marca

quarta-feira, 3 de março de 2010

Infantilóide

Ontem foi também dia do Francisco virar independente. Agora já dorme no seu quarto sozinho, como gente grande, no entanto não prescinde de brincar aos walkie-talkies com a mãe, principalmente de madrugada. É tão giro.

Eu, Ramba (made in China)

Ontem regressei ao ginásio seis meses depois de ter ficado de “molho”. Com uma professora nova, achei por bem informá-la que nós, as alunas, gostávamos de aulas puxadas. Como estava cheia de pica para começar não valorizei o facto das caminhadas que fiz não contarem muito para estar em forma.
A aula foi de uma hora, e passados 30 minutos já estava completamente de rastos. E alguém acha que eu dei a parte fraca? Claro que não! Estava a morrer mas não parei. Difícil foi manter o sorriso inicial. Não estava mesmo a conseguir disfarçar o meu cansaço. As séries de exercícios pareciam que nunca mais acabavam… e pelo meio a professora ainda se desculpou “hoje a aula vai ser mais leve, nem vamos fazer pesos, se não se importarem…” Ninguém se importou.
Fiquei toda partida e não me consegui mexer até ao dia seguinte.
Amanhã é a segunda aula e desta vez vou evitar fazer sugestões.

Pluminha

É bom que a criança cá de casa comece a andar depressa, bem depressinha. É que aos 4 meses já pesa 7.700 kg (não, não me enganei) e eu ainda não arranjei nenhuma táctica milagrosa de o pegar ao colo para não ficar com as costas feitas num 8. Já experimentei de tudo: costas arqueadas, costas não arqueadas, flectir as pernas… e nada. O único conselho que vou seguir é o da mãe do Kiko, evitar saber quanto é que ele pesa para ver se parece mais leve…

segunda-feira, 1 de março de 2010

Erva

Não tenho muita paciência para cozinhar, isto para não dizer nenhuma. Aquela conversa das celebridades dizerem que nadam em dinheiro mas são elas que cozinham lá em casa, só para relaxar, para mim não cola. E como cá em casa não temos famosos nem os almoços e jantares se fazem sozinhos… uso todos os dias o truque das ervas aromáticas é super rápido e as nossas refeições ganham realmente sabor. As duas marcas de eleição são a Gyma (frascos grandes com um mix de ervas) e Smart Spice (frascos pequenos com quatro variedades disponíveis em cada embalagem, existe até o sabor portuguese).
Quase que arrisco a dizer que temos tantas embalagens de ervas aromáticas como temos molduras…

Nabice

Nabice de pais iniciados é comprar ben.u.ron para um bebé em versão… comprimido!