quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

2017, o ano dos bebés

Se o novo ano é uma verdadeira incógnita, algumas coisas já sei que estão mesmo quase a acontecer. Ora cá vai: nasce o primo Afonso em Janeiro, a sobrinha Maria Teresa em Fevereiro, o sobrinho Pedro-Henrique-Sebastião-Vasco (ainda não tem nome!) em Março, a minha cunhada anda muito calada, e ainda temos a Mercedes lá mais para o fim da temporada.

Eu que sou uma despachadona já tenho os presentes dos dois primeiros bebés de 2017 comprados desde Julho de 2016. Sim, leram bem.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

2016, o agridoce

Foi um ano de extremos.
Amigos e família doentes, e infelizmente coisas graves que me deixam ansiosa, angustiada. A incerteza é desgastante.

No outro extremo... grandes momentos em família, levei os meus filhos à Disney na companhia de grandes amigos, férias de verão só os 4 em Guimarães que foram mesmo muito boas, e agora no Algarve. A precisar de estar com os meus filhos e com o Filipe fora da rotina.

A nível profissional um ano de reinvenção para o Filipe e eu a precisar de mudar de ares, sinto que onde estou não consigo crescer, reinventar-me, fazer algo que me preencha. A minha criatividade e o meu potencial estão a apodrecer. Não sei se me faço entender?

Estava a precisar de uma reviravolta na minha vida... Bom, a última vez que pedi uma reviravolta na vida apareceu-me uma doença crónica, se calhar o melhor é ficar caladinha.

Venha de lá esse 2017!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Natal, o rescaldo

Por aqui o mês de Dezembro é sempre vivido com muita intensidade! Jantares em família todas as sextas, lanches e jantares com os amigos, a festa do meu trabalho em que vou acompanhada dos meus filhos, a animação do calendário do advento adaptado aos meus filhos and so on... O stress dos presentes ficou em Novembro porque este mês é um óptimo pretexto para estarmos junto de quem mais gostamos.

Pela primeira vez eu e o Filipe não oferecemos presentes um ao outro, preferimos investir esse dinheiro numas férias em família durante a passagem de ano. Estava mesmo a precisar de fazer um reset!

Espero que o vosso Natal também tenha sido bom! E que 2017 seja ainda melhor!

domingo, 23 de outubro de 2016

Tendências de Outono incríveis

Sigo vários  sites/ blogs de moda e qual não é o meu espanto que descubro na Vogue Portugal que... "as camisolas de malha invadem as ruas neste Outono". Fiquei em choque, sem palavras! Então estive eu a arrumar o armário para começar a andar de alças, tops sem costas e agora vem com conversa das malhas! Só falta virem dizer que no Inverno as ruas vão ser invadidas por cachecóis e gorros! Juro que se assim for... não vou estar preparada.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Instagram resumido por uma criança de 6 anos

O Francisco vê-me a mexer no telemóvel e pergunta:

- "O que é que a mãe está a fazer? A pôr coraçõeszinhos em fotos?"

Por acaso não estava mas senti-me a pessoa mais ridicula à face da terra.


quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Sou um extraterrestre

Quem me conhece há muitos anos sabe que não fumo, não bebo nenhuma bebida alcoólica e não bebo café. Não, não estou em penitência, simplesmente não gosto.

Agora decidi que vou (tentar) deixar de comer doces durante a semana. Vai ser uma tarefa complicada, quando tiver ataques de açúcar... vou ter um iogurte natural ou umas bolachas Maria para me apoiar nas horas dificeis.

Estou a precisar de forças divinas!

Nota: Pelo meio estou a tentar deixar de comer gomas para todo o sempre.

May the force be with me!


Mãe Vs Filho

Quando o teu filho de seis anos já calça o 32... e tu (a mãe) calças um singelo 37... fica  a questão: Será que daqui a menos de 2 anos o meu filho engana-se e vai com os meus sapatos de salto para a escola?

Nota: Com toda a certeza daqui a 5 anos (no máximo) já me põe debaixo do braço... De certeza!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Férias, o rescaldo!

Foram boas, pois claro!
Férias com pouca família, só os 4 e na versão muita família (12 adultos, 5 crianças e 6 cães!).

O regresso de 3 semanas de férias (nunca tinha tirado tantas semanas seguidas) é complicado! Uma grande ressaca. Não ajuda nada regressar das férias sozinha. Marido e filhos continuam no Norte a curtir...

Suspiro...